quarta-feira, 18 de agosto de 2010

LEMBRANÇAS

guardo na lembrança o brilho dos teus olhos,
a maciez dos teus doces lábios ,
foram intensos os momentos que juntos,
passamos...,lembrei-me das vezes que juntos,
falamos ,dos momentos que juntos sorriamos,
recordo o dia que me deste uma linda aliança,
que poisei no meu dedo onde me beijastes,
foi lindo foi magico...
recordo-me das tuas mão tremulas, e húmidas,
quando na igreja recebemos a bênção de Deus
pela nossa união
recordo o teu nervosismo quando te disse que ias ser ,
papa ,
lembro-me da tua alegria e das lágrimas ao tocares,
o nosso filho
recordo-me quando correste feito louco,
ao escutares o teu filho chama-te papa,
mas..., nem sempre se vive de boas,
lembranças,quando os nossos sonhos,
se desfazem,quando passamos de gente,
para sermos algo inúteis,
não por opção mas por nos fazerem sentir,
assim...,hoje não permitirei que meu,
coração sofra mais,de amor,
porque amar é um acto de felicidade,
hoje não mais derramarei uma lágrima,
para alguém,que não me permita ,
que sorria ,
jamais permitirei que meu corpo seja usado,
porque o meu ,
corpo é a morada do espírito,que me protege,
jamais,desperdiçarei meu tempo por alguém,
que não tenha,tempo para mim
não permitirei jamais que a paixão,me retire,
do meu mundo real,para um sonho que que já não,
mais existe
jamais viverei dependente de um homem, que me ,
faça sentir invalida ...,
já não me importa por me bonita para alguém,
que não me saiba admirar ,
já mais permitirei que os meus pés ,siga em sua,
direcção ,visto você fugir de mim...,
jamais vou permitir que a dor,a tristeza, a solidão,o ódio,
ou o ressentimento me possam tirar o brilho,
a dignidade ou a honra de ser uma grande
MULHER
autora
@nita Sereno


11 comentários:

JB disse...

Gostei do que li e do seu espaço!

Sentir descrito de forma profunda e intensa!

Bon Jovi... também gosto!

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Oi, Anita! Venho visitá-la pela primeira vez oficialmente. Gosto daqui, e muito. Eu acompanho o seu espaço como Maria, porque como Renata esgotou. A Maria é o meu lado frágil. Sou eu mesma. Venho agradecer-lhe por todo este tempo e desejar-lhe Boa Noite! E oferecer-lhe um selo que está na Maria. Fique à vontade para pegá-lo ou não.
Beijos*

Porque te Amo


Eu te amo porque sim


Eu te amo por não te ver


Porque te sinto em mim


Quando o mar beija a areia


A areia se sente amada


Cada vez que me olhas


Parece que me tocas


Eu me sinto adorada


Queria estar ao teu lado,


Poder olhar-te nos olhos,


Poder chegar ao teu coração,


Mas acima de tudo poder dizer-te,


Baixinho, no teu ouvido:


Querido, eu te amo!


Tu és a minha fonte


Em que vou beber água


Em que mato a sede


Em que os meus desejos


Se transformam em realidade


Em que tudo o que é belo


É consentido


E o que eu sinto


Vivido com intensidade


Eu te amo por seres quem és


Eu te amo por não te ver


Pela chama ardente dos teus olhos


Eu te amo porque te sinto em mim


Simplesmente porque sim

Poema da Renata Cordeiro.


Beijos*****

Ah, o link, mas acha no meu perfil:
http://douzenkroesmagritte.blogspot.com
Se quiser olhar, poderá ver my baby. O seu é lindo de viver!!

Nilce disse...

Oi, querida

Já te disse que teu link não atualiza no meu blog? E ainda não descobri o porquê.

Saudades de teus textos maravilhosos.

"...jamais vou permitir que a dor,a tristeza, a solidão,o ódio,
ou o ressentimento me possam tirar o brilho, a dignidade ou a honra de ser uma grande MULHER"

Jamais!
Lindo e triste poema.

Bjs no coração!

Nilce

Everson Russo disse...

Lembranças são nossos tijolos de construções da vida,,,alimento da alma,,,lembranças tambem são esperanãs de tuo um dia voltar a ser como antes no amor,,,beijos de bom dia pra ti querida.

Mgomes - Santa Cruz disse...

Ola minha doce flor: Adorei o teu poema Lembranças e recordações as vezes sabe bem lembrar o passado mas outras vezes só nos traz triste recordaçoes, mas as lembraças pode ser a reflexão da nossa vida e ter a certeza que um dia ainda vamos voltar a ter novo amor e sermos felizes.
Um beijo
Santa Cruz

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo de vi.ver! Parabéns!
Um orgulho!
Beijos mil*********

"Ser ou não ser? Ao meu vi.ver, melhor fazer!


Ter mais vida pulsando para viver


Brindar todo dia ao magnífico presente


Aproveitar e fazer o melhor da vida


Que sopra ou se esvai de repente
Quadra da Renata"

Bom dia, querida!
Até já!

De quem eu jamais me esqueceria!
Ah, selos: lá na Maria tem aquele selo doido naquele postagem: Porque te amo. Nos outros blogues, tem sempre o mesmo selo chinês, de *Amor, Felicidade, Paz, Harmonia*. Pode pegá-los. E em todos têm o símbolo da Paz. Pegue o que vc quiser, ok?
Faz um favor pra mim? Se puder, of course, my dear. Apareça no eu e daí? Porque vc é de lá há tanto tempo e nunca foi. Não tenha medo...

*lua* disse...

Anita minha criança, vc sabe que vivo isso na minha vida, mas por bem graças a Deus tenho essa conciência e também vejo-ma com essa garra que tens para reverter tudo isso, vou renascer e te ouvindo tenho mais fé nisso!!! Beijo grande

Saozita disse...

Olá Anita, estou a visitar o teu blogue pela primeira vez, e gostei do teu trabalho, por isso irei seguir-te com muito gosto.

Lembranças, é reviver é sentir a alegria dos momentos bons e a tristeza dos maus! Percebo que não queiras sobrer mais por quem não te merece, no entanto deves deixar fluir a vida, e não fechar portas à felicidade... a verdadeira, a que só é possível com amor, a que é sublime!

Tem uma boa noite.
Bjs

Sãozita

Grafite disse...

"guardo na lembrança o brilho dos teus olhos,
a maciez dos teus doces lábios..."

romântico e encantador...
adoreeeei!

beiijo,
*.*

Lidia Ferreira disse...

Relembrar e reviver . lindo poema amiga
bjs

Magia da Inês disse...

Olá, amiga!
Passei para conhecer seu cantinho!...
Esse poema é lindo, intenso e cheio de verdades... são as cores da vida...
Bom fim de semana!
Tudo de bom!!!
Beijinhos.
Itabira
♥ Brasil