domingo, 15 de abril de 2012

DO AMOR AO DESPREZO

15 de Abril de 2012
  hoje nem queria aqui escrever,
 a minha alma esta doente demais ,
para aguentar tanta dor tanto ,
sofrimento, acreditei,que a minha,
 vida,poderia mudar que  pudesse  me 
sentir mais digna como mulher ...,
mas essa não ´e a minha realidade,
é no silencio  que vou vivendo  ,
 ainda pensei que tudo poderia ser
DIFERENTE
 não é fácil dedicar anos de vida 
e  sentir-me lixo muitas vezes 
rio para disfarçar a indiferença
  calo a minha alma e so sinto as,
 minhas lágrimas, não que sejam de 
amor porque,esse sentimento 
ja não existe sinto..., com firmeza 
 a indiferença a falta de dialgó o 
desinteresse , 
DOI MACHUCA  mesmo...,
  que não seja de amor o que tento aqui
 ESCREVER
  são as atitudes que mais me  marcam
a alma e o coração e cada dia se torna pior
  eu ja nada creio  vou vivendo  o bom  que
ainda tenho desta historia  os meus filhos
 que neles vejo o sorriso a bondade e alegria
 DE VIVER
 e por eles eu aqui estou e sempre
´ estarei  mesmo  que    me sinta como 
um puzzle perdido sem saber onde  me 
encaixar   acho que todas nos MULHERES
 devemos ser respeitadas  pelo  que somos
quando o cansaço se apodera ,de noz
 DIFICEL sera 
 acreditar que voltarei  a ser digna,
  de ser respeitada,como mereço 
autora
@nita Sereno



6 comentários:

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Oi, amiga. Seja forte. Não é fácil, mas tudo passa. Creia em Deus e em você mesma. Beijão

anita sereno disse...

obrigada Carlos a força e as palavras as vezes nos ajudam muito beijos

Sandra Botelho disse...

Simplesmente lindo...Como tudo que você escreve poeta. parabens pela sensibilidade e delicadeza com as palavras. Bjos achocolatados

Santa Cruz disse...

Flor: Tens que ser sempre e sempre forte, sei bem o que te vai na alma, mas a vida é mesmo assim feita de autos e baixos. lindo como sempre.
Beijinhos
Santa Cruz

Orvalho do Céu disse...

Querida
A outra parte é que não deve deitar a consciência dela no travesseiro e dormir tranquila...
Sossegue seu coração e escreva muito... faz um bem enorme!!!
Bjm de paz

vitalina de assis disse...

Hola amiga!

Não há nada no mundo mais importante do que você, suas coisas, sua dor.

Não há nada no mundo que mereça mais amor e compreensão, você novamente.

Não há nada no mundo que importe mais para Deus, você de novo.

A vida segue e lá na curva à sua frente, sua recompensa.

Beijos e fica bem sempre.