quinta-feira, 23 de agosto de 2012

AUSÊNCIA


23 de Agosto de 2012
no infinito da minha alma,procuro o prazer de continuar,
a viver....
o vazio trespassa o meu coração,deixando 
uma angustia de vazio e saudade onde distancia alguma,
conseguira apagar
este sentimento desalinhado no meu coração
é um vazio  que nem sei explicar 
esta ausência do amor do carinho ,sinto uma vontade,
enorme
de gritar estou aqui estou viva como se  suplicasse ,
por um momento de amor de aconchego de um abraço sei la... 
algo que acalme a minha alma ,que dia a dia  se sente mais dorida,
estranho este sentimento em mim, este sentimento inexplicável
de desejo
desejo de me sentir viva de me sentir útil de me sentir mulher
de me sentir amada
nestas minhas noites  solitárias vazias sem sentido.,
quando me invade esta nostalgia,deixando-me sem alegria
analiso donde vem tamanha dor tamanho  vazio  ,
no meu peito sinto  uma dor de aperto de saudades
  saudades
de alguém ou algo por mim vivido .
hoje queria amar  tirar este sufoco de mim 
dormir aconchegada sentir-me desejada 
hoje queria  me  entregar sem  preconceitos como a muito o desejo 
numa entrega
de amar e ser amada
autora
@nita Sereno








  






4 comentários:

Joaquim Antero Oliveira disse...

Então amiga :-)é um poema ou um desabafo?
Creio que será as duas coisas por isso te deixo aqui um pequeno poema meu...

Ah! Meus sonhos…
Meus sonhos são tantos
Quantos os teus encantos,
Que se ousar contar-tos, estarei
No limiar de te namorar e sonharei…
Sonharei, com a Lua,
Com o rio e com o mar…
Entrelaçando minha mão na tua,
Mostrando-te porque sorrio,
E o que me faz sonhar!

http://antero-oliveira.blogspot.pt/2012/07/ah-meus-sonhos.html

:-) beijinhos e bom fim de semana :-)

anita sereno disse...

obrigada querido amigo lindo tenho que ir ao teu blog a muito que não visito os blogs dos amigos que sempre me apoiaram beijocas adorei

anita sereno disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
anita sereno disse...
Este comentário foi removido pelo autor.