quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

UMA COR PARA A MINHA ALMA

Olho a cor que a vida tem
e pergunto-me por que que a minha
é tão preta?

.pergunto-me se o
.
Azul celeste
já não faz parte da minha vida
apenas,o negro ,se reflecte
e
na minha solidão,estampada
na fonte da minha ,tristeza
que abraça a minha pele
tornado-a,aporá e seca
.
queria pintar aqui
as mais lindas cores
e nelas poder voar livre
sem medo sem receio
e de seguida mergulhar
.ate me saciar ate minha alma,
se transformar em arco íris

Perder-me no tempo
e no meu sonho ficar!!!
sim ...porque estou a sonhar!
um sonho que talvez,
não venha nunca a realizar
e
.É no reflexo do meu ser
no tom da minha vida
o que me leva a querer
.que nunca mais terei uma saida
e que o negro
permanecera para sempre
no meu intimo no meu mundo
tento
Viver e não sofrer,
este é o meu desejo
sorrir e não chorar
mas chorar? é a minha realidade
embora não seja fácil
ergo-me e sigo caminhos
em busca de uma saida de uma cor
mais atraente mais positiva
quero e tenho que vencer
e
Arrancar as marcas
que o tempo teima em
deixar ficar a doer
batendo forte no meu coração
a revolta de não conseguir alcançar
um refugio um lugar,onde descanse
a minha alma
de tanto que doi de tanto que sangra
é
No intimo do meu ser
que eu quero encontrar
a suavidade de viver
alguém que me entenda,
que me ame como mulher
que me,abrace ,que me acarinhe,que me compreenda
e
talvez isso seja o suficiente
para encontrar em mim.. uma luz
que me encaminhasse
e me desse uma chance
para essa tranquilidade que tanto anseio


.tenho saudades duma parte de mim
que se perdeu,que desmoronou
quero me sentar sentir-me tranquila
quero Olhar o que ja fui
quem sabe
encontre neste infinito de mim...
uma réstia de esperança
.
Onde não haja espaço
para magoa ou para o ódio
onde não haja lugar,para o desespero
nem para a tristeza,
que não se instale em mim.,
nem me derrube

desejo apenas o alivio para a minha dor
quero sentir os tons da vida
senti-lo em mim.. toda a nitidez
mas apenas vejo
as
cores negras que se estendem
como,um manto que me cobre
querendo pintar-me de negro
,para a minha alma magoar

sinto que o preto me consome
aos poucos alimentasse da minha alma
deixando-a tão fraca ,tão amarga ,
como se de mi se despedisse
mas eu não vou deixar ou mesmo permitir
que o negro me faça sofrer assim,tanto

gostava de poder pintar
a minha alma de cores garridas
combater o preto da minha vida
e quem sabe poder voltar
a sorrir,
eu só quero poder lutar
vencer erguer e sobreviver
para os meus filhos poder cria
são eles a essência da minha vida ,
que me dão sempre motivos
e forças para continuar
espero assim um dia quem sabe ,
pintar a minha alma de cores
de preferência de verde ESPERANÇA
autora
@nita Sereno

11 comentários:

TECA disse...

Lindo o texto.
Melancólico mas lindo.
Boa noite e um grande abraço
Teca

TECA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
TECA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Janinha disse...

Lindo sempre qndo existe uma pitada do verde da esperança há um motivo pra continuar...
Bjus

Angel disse...

Oi querida ... esse texto é tocante, bonito, mas também triste, melancólico.
As cores na nossa vida somos nós quem escolhemos e determinamos ... quem sabe um arco-íris de alegria e magia para encantar?
Beijo meu.
Angel.

Angel disse...

Ah, aceitei um dos seus selinhos, tá?
Beijos muitos.
Angel.

Chica disse...

versos tristinhos, mas lindos! beijos e um lindo fds,chica

orvalho do ceu disse...

Olá, querida Anita
O azul tmabém representa FELICIDADE para mim... a ânsia de paz interior e alegria de coração é inerente a todo ser humano e o preto não nos pertence por vontade divina se bem que ele se apresenta de várias formas e tempos...
Poema muito cheio de cor... apesar de relatar uma fase passageira, certamente!!!
Passo também pra convidar Vc pra entrar na roda com a gente e colorir nossa propsta que está em meu post de hoje.
Bjs de paz e excelente fim de semana.

José Sousa disse...

Lindissimo mais este que li "Viver e não sofrer,este é o meu desejo
sorrir e não chorar mas chorar? é a minha realidade embora não seja fácil ergo-me e sigo caminhos em busca de uma saida de uma cor mais atraente mais positivaquero e tenho que vencer". É um grande sentimento que também passa por mim.

Bj e bom fim de semana.

Mgomes - Santa Cruz disse...

Eterna Flor: lindo poema mas bastante triste que poderei eu fazer para te ver sorrir, eu sei que não tens razões para sorrir, mas Deus vai dar um geito a tua vida sim.
Beijinhos no teu doce coração
Santa Cruz

Pensador disse...

Colorida, a vida é. Sempre.
Muitas vezes, porém, não vemos as cores, por uma de duas razões: não abrimos os olhos para ela, ou não abrimos as janelas da vida para permitir que a luz entre.
Acredite em você, como eu acredito. E prmita-se colorir a sua vida.
Beijo!